O Dia do Senhor está Próximo! Sinais do Fim…

17 06 2011

Puxa, quanto tempo não escrevo nada aqui!
Na verdade, estou fazendo uma desintoxicação da internet, pois percebi que ficava muitas horas conectada. Agora entro apenas o tempo suficiente para responder os e-mails e recados. Estou usando meu tempo para estudar inglês, orar mais, ler mais, para investir em relacionamentos pessoais, investir mais na família e trabalhar!!! Que tempo maravilhoso tenho vivido!!! Deus é muito Fiel e tem feito grandes coisas em nossas vidas!!!

Vou postar, a Mensagem que preguei este domingo na Igreja. Espero que Deus fale aos seus corações!

Jl 3.13,14: Multidões, no Vale da Decisão!

O que me impressiona na Palavra de Deus, é a forma como Ela é Viva e tão actual em cada geração. A Bíblia é um Livro Divino e por isso não envelhece. Um certo escritor disse que: “a Bíblia é tão atual, quanto o dia de amanhã”. Por isso, a mesma Palavra que alcançou Abraão, Moisés, Davi, os profetas e os apóstolos, é viva e eficaz para nós, no dia de hoje.

A Bíblia é um Livro Divino, que corresponde a todos os anseios do homem. Impressionante, mas TUDO o que precisamos para viver uma vida abundante, está na Bíblia. Ali, temos todos os conselhos para vivermos de forma correta com a família, no casamento, na sociedade, no ministério, com os governos, com Deus.

A Bíblia, apesar de ter sido primeiramente, escrita para os judeus, está acima da cultura, e seus conselhos, são válidos para qualquer homem, de qualquer nacionalidade e cultura. Por isso, podemos pregá-la no mundo todo, desde que ele foi criado até agora, sem tirar nem colocar nada nela.

Na Bíblia, o ser humano, esse ser tão complexo e jamais definido por outro homem, é analisado e exposto completamente. Só UM poderia fazer isso: Aquele que o criou: Deus, O Único Deus Verdadeiro, o Psicólogo de todos os psicólogos, o Juiz de todos os juízes, o Médico de todos os médicos.

Por que a Bíblia pode ser um padrão para o homem, independente de seu contexto e seu lugar na história? Porque Aquele que o criou, sabia que, independente deste homem viver no tempo que chamamos de pré-história, ou na época da modernidade e do mundo digital actual, o ser humano continua apresentando o mesmo comportamento, tendo as mesmas crises, os mesmos problemas, as mesmas ambições, os mesmos desejos e expectativas e as mesmas necessidades. Por isso, uma só Palavra pode alcançar todos os homens.

Por isso, quando estudo sobre o contexto em que Israel se encontrava, quando Joel escreveu, é impossível não comparar com a situação do mundo em que vivemos. Ás vezes, tenho a impressão, que alguns momentos na história, se repetem; pois vemos, apesar das gerações e épocas serem outras, o homem com os mesmos problemas, com os mesmos comportamentos, recebendo as mesmas punições.

Mas a Bíblia não é somente um livro que expõe e trata os comportamentos humanos. Ela é muito mais do que isso! Esta Palavra trata de quase tudo: da área científica, humanidades, exactas, médica e espiritual! Mas isso não faz Dela, apenas um livro de conhecimentos, mas um Livro de Propósitos, pois Ela é uma Palavra profética, que anuncia, muito antes de acontecer, o futuro da humanidade. Ela relatou o seu começo e anunciou, em detalhes, o seu fim. Além disso, a Bíblia ainda revela, em cada linha, o carácter e os atributos, o Propósito e o coração de Seu Criador. Queridos, só Deus pode fazer isso! A Bíblia é a Palavra de Deus!!!

 Bem, o Livro de Joel foi escrito há aproximadamente 2.840 anos atrás (Entre 830 e 825 a.C.).

 No Cenário Nacional, viviam um avivamento temporário, nos dias de Joás, filho de Acazias, que começou a reinar com 7 anos, sob a tutela do sumo-sacerdote Joiada.

Internacionalmente, não havia lutas com grandes impérios. Nessa época, Judá era molestada por inimigos locais: Tiro, Sidom, Filistia, Edom. E nem estes, Judá estava conseguindo vencer. A minha pergunta aqui é: Se Judá não conseguia nem vencer os conflitos locais, como poderia vencer os Internacionais?

Em que isso se parece conosco e com a nossa época?

Vivemos em um tempo em que temos tantos conflitos pessoais, tantos problemas com o nosso “eu”, com o nosso “caráter”, com os nossos “vizinhos”, gastamos tanto tempo com coisas pequenas e sem utilidade, com pequenas brigas, com fofocas, com problemas matrimoniais, com problemas de família, e até gastamos tempo fazendo nada e isso consome todo o nosso tempo. E vivemos o tempo todo, na questão da “sobrevivência”, e que Deus que tenha misericórdia de nós para nós mesmos não nos matarmos, de tantos problemas que arrumamos! Bem, daí não sobra tempo para guerrearmos as guerras maiores. Mas ela virá assim mesmo! E se não nos prepararmos para ela, seremos derrotados.

Espiritualmente, a adoração a Baal havia diminuído (por causa da purificação de Jeú e de Joiada), mas o povo não havia se tornado ainda santo, prevalecendo, a indiferença no meio deles. O próprio templo não havia sido reparado adequadamente.

Neste sentido, também podemos dizer que vivemos no mesmo contexto:

Saímos da idolatria, mas permanecemos indiferentes, sem uma restauração completa do templo. Judá vivia uma época de grande seca! Tanto financeira, como espiritual. É provável que tanto a seca provocada pelo ataque dos gafanhotos, como as guerras locais, tenham sido conseqüência destes pecados do povo.

 A desolação que enfrentavam é descrita da seguinte forma:

  •  Problemas financeiros “o que um gafanhoto deixou, o outro devorou” (Jl 1.4).
  • Tristeza exemplificada por uma virgem que ficou viúva antes de ser desposada (Jl 1.8). Em Portugal, e não só aqui, mas no mundo há uma depressão quase que generalizada.
  • Na Casa do Senhor não havia ofertas (Jl 1.9) de manjares e libações (ofertas de gratidão, adoração e honra). Os ministros estavam de luto (tristes). Sem ofertas, não havia sustento.
  • O cereal (trigo) havia acabado –  Escassez de Palavra
  • A Vide secou (vinho) – Escassez de Alegria
  • O azeite faltava – Escassez de Unção

O livro de Joel, então foi escrito, com o intuito de chamar o povo ao arrependimento, para que uma calamidade maior do que a dos gafanhotos, não os atingisse: o dia do juízo final!

O tom do livro é: de URGÊNCIA. Joel fala de um julgamento que está por vir e de um DIA, chamado de DIA do Senhor, onde Deus decidirá o destino de cada homem, segundo seus caminhos e suas escolhas.

Baseado nisto, há algumas coisas que precisamos compreender:

  Se produzirmos o mesmo comportamento de Judá, no passado, receberemos os mesmos julgamentos. E o juízo começa pela Casa de Deus: Indiferença é punida com escassez de Palavra, de Alegria e de Unção. O fim de todo pecado sem arrependimento é o cativeiro. Quanto ao mundo, as pessoas de nossa época vivem em uma atmosfera de pecado continuado e isso tem enchido a medida da ira de Deus, que já se levantou para julgar.

 2º Embora os mesmos comportamentos recebam as mesmas punições, não temos mais tanto tempo, quanto Judá, nos dias de Joel.

Vivemos em uma outra época:Tenho percebido claramente uma mudança de atmosfera espiritual no mundo. Isto não está acontecendo somente em Portugal. Isso é Mundial!

Os ataques espirituais aumentaram e muito! Não sei você, mas eu tenho sofrido ataques na mente de uma forma intensa e constante. Tenho vivido diariamente, “em guerra”. Tenho percebido claramente, o inimigo tentando usar a própria Palavra para tentar mudar a base de minhas convicções. Não tem sido fácil. Este nosso tempo, é claramente “o tempo do fim”. O espírito do anti-Cristo já está operando e muito ativo, e a Bíblia diz que o anti-Cristo cuidará de “mudar os tempos e as leis”. Só é possível uma mudança de leis se houver uma mudança na estrutura dos pensamentos. Eles tem que reprogramar a mente dos homens, para “aceitar o errado como certo e vice-versa”.

 E por isso, este é um tempo de tantos ataques sutis na mente.

A globalização, a internet e principalmente, os sites de relacionamento, tem nos roubado 3 valores importantíssimos:

 a) O cultivar relacionamentos verdadeiros promovendo influência pessoal (o que a Bíblia chama de ensino e discipulado). Amados, evangelismo se faz “mano a mano”, pois evangelismo e missões são mais que palavras, são exemplos e pela internet, que exemplo podemos dar? As pessoas só conhecem o que queremos que elas conheçam, não conhecem os nossos defeitos. A Igreja de Atos crescia porque eles tinham tudo em comum, oravam juntos, comiam juntos, se relacionavam e evangelizavam. Faziam tudo juntos.

 b) O nosso tempo (que agora é escasso). Precisamos de tempo para orar, para ler a Palavra, para evangelizar e discipular as pessoas. Estou há mais de um mês sem o contato diário com a internet e isto me fez muito bem. Este tempo tem sido um tempo de reflexão para mim. E um tempo muito, muito, muito proveitoso.

 c) O nosso pensar (a moda hoje é Ctrl C e Ctrl V). A grande maioria das pessoas não pensam mais, embora vivamos na época da comunicação.  A maioria das mensagens são agora fruto da internet, do que outras pessoas falaram e viveram. Onde estão as mensagens, fruto de nossa experiência com Deus e as revelações, fruto de nossos momentos de oração? Não estou aqui a dizer que não podemos fazer pesquisas e usar textos de outras pessoas, mas entendo, que não podemos fazer só isso! A mensagem que pregamos tem que ter alguma relação com a nossa vida, história e experiência!

Nosso adversário não quer que pensemos! Ele nos quer no piloto automático, sendo repetidores das idéias de outros, e assim, vamos crescendo inchados, sem raízes, sem alicerces e conseqüentemente, sem frutos. Planta que não tem raiz, não tem fruto. E nós seremos conhecidos diante de Deus pelos frutos! O diabo nos quer funcionando sem reflectirmos, obedecendo às regras, aos padrões, e à moda imposta pela sociedade, pela mídia, pela internet, pelos governos, etc. e fazendo tudo isso, sem reflexão. Guarde sua mente, vigie seus pensamentos! Deus quer usar você, neste tempo e para isso, sua mente tem que estar sã!

Entramos em um tempo que corre para o fim. Amanheceu, já é noite. Iniciou o ano, já é natal. Porque temos esta sensação, se o dia continua tendo 24 horas? Porque durante todo o dia, somos submetidos aos “furtadores do nosso tempo” e “manipuladores de nossa mente”.

Passamos todo o nosso dia, querendo “saber das novidades”, “tomando conta da vida alheia”, “vendo fotos das pessoas”, “lendo suas postagens no twitter, no facebook, no orkut, etc.” e nessa ânsia de saber, ter e ser, perdemos o mais importante: o relacionamento com Deus e com as pessoas. Não venha me dizer que vc que fica o dia todo na internet, tem uma vida de oração e leitura Biblica  (como deve ser), e ainda trabalha fora e evangeliza constantemente!

Eu estava passando umas 3 -4 horas na internet (todos os dias) até que fiz uma oração: “Senhor, me dê uma adoração sem distracções” e quando comecei a orar, pedindo a Deus para que minha atenção voltasse somente para Ele, o teclado do meu notebook queimou (e entendi isso como um sinal de que eu deveria parar um pouco com a internet e dedicar todo o meu tempo ao Senhor, sem dividi-lo com distrações). Então, eu passei a usar pouco a net, e conseqüentemente, mais os joelhos … Não estou aqui dizendo que não devo mais usar a internet. Não! Mas que não devo fazer dela, um hábito diário, roubador de grande parte de meu tempo com Deus.

Queridos, O Dia do Senhor está PERTO não podemos permanecer dormindo! Jesus voltará: Atos 1.9-11

 O DIA DO SENHOR VIRÁ COMO UM LADRÃO

I Ts.5:2 – Porque vós mesmos sabeis muito bem que o Dia do Senhor virá como o ladrão de noite.

I Ts.5:3 – Pois que, quando disserem: Há paz e segurança, então, lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida; e de modo nenhum escaparão.

I Ts.5:4 – Mas vós, irmãos, já não estais em trevas, para que aquele Dia vos surpreenda como um ladrão.

Virá como um ladrão pra quem? Para os que estão em trevas.

 JESUS VIRÁ DE REPENTE:

 Jesus compara a iminência deste Dia, com os “Dias de Noé”:

Mt. 24:39E não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do Homem.

Mateus 25.1-13 “A parábola das dez virgens” (lembre-se que a indiferença rouba-nos o azeite).

 Não sabemos o dia certo, mas Ele nos deixou sinais para identificarmos a época:

  • Como os sinais de trânsito nos apontam o caminho.
  • Como as folhes anunciam o verão…

… JESUS NOS ENSINOU A DISCERNIR OS TEMPOS:

Mt.16:3 – E pela manhã: Hoje haverá tempestade, porque o céu está de um vermelho sombrio. Hipócritas, sabeis diferenciar a face do céu e não conheceis os sinais dos tempos?

 Vejam os campos, QUE ESTÃO BRANCOS PARA A CEIFA.

Mt 24.32,33 “Aprendei, pois a parábola da figueira: quando já os seus ramos se renovam e as folhas brotam, sabeis que está próximo o verão. Assim também vós: quando virdes todas estas coisas, sabei que está próximo, às portas”.

Lucas Cap 21.28, dentro do mesmo contexto apocalíptico, disse: “Ora, quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima”.

 JESUS NOS ENSINOU A IDENTIFICAR OS SINAIS:

Mt 24:3 – E, estando assentado no monte das Oliveiras, chegaram-se a Ele os Seus discípulos, em particular, dizendo: Dize-nos quando serão essas coisas e que sinal haverá da Tua vinda e do fim do mundo (ou, consumação do século)?

.

 A resposta de Jesus tem a ver com uma alteração completa na forma de vida do planeta:

 ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS e FENÔMENOS NATURAIS

Lc.21:25 – “E haverá sinais no sol, e na lua, e nas estrelas, e, na terra, angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas”.

Mt 24.7 – “Fomes e Terremotos em vários lugares” (Japão, Chile, Itália)

Maremotos (Tsunamis): Tailândia, Taiwan, Japão, enchentes pelo mundo todo: Brasil, Austrália, etc. Ciclones, Tufões, Vendavais (EUA, etc.), vulcões entrando em erupção. Eu não preciso citar mais lugares, isso ficou comum nos nossos dias. No Japão quase todos dias tem havido um terremoto em escala menor.

PESTES

Doenças incuráveis (HIV, Câncer)

Gripes mortais (Influenza)

Febre Aviária, Vaca Louca, Gripe do Frango, Bactéria E.Coli

Malária e muitas e muitas outras.

 AUMENTO DA TECNOLOGIA, CONHECIMENTO E CIÊNCIA:

 Dn.12:4 – “E tu, Daniel, fecha estas palavras e sela este livro, até o tempo do fim; muitos correrão de uma parte para outra, e a ciência se multiplicará”. NVI: “muitos irão por todo lado, em busca de maior conhecimento”.

 Em pouco mais de cem anos, o homem, que andava a cavalo, construiu o carro, o avião, o foguete e foi à lua. Nossa era ultrapassou a Tecnologia, estamos na era da nanotecnologia. A globalização, a internet e a expansão dos meios de comunicação são sim, marcadores do tempo do fim.

Para mudar o governo, e as leis em um mundo imenso e habitável como o de hoje, era necessário que a tecnologia aumentasse, pois a mudança de mentes e princípios tem sido feita, em maioria absoluta, pela influência da tecnologia e dos meios de comunicação.

 As duas testemunhas de apocalipse são mencionadas sendo vistas pelo mundo todo (internet? Não sabemos, mas já podemos compreender que isto já é possível nos nossos dias). Jesus também na sua vinda será visto por todos (todo olho O verá “in directo”).

  • Vivemos estes dias, do qual Deus falou a Daniel: “tempo do fim”.

 MUDANÇA NA POLÍTICA E NO GOVERNO

Passos:

Uma única Moeda: segura, forte e anti-roubo. Neste mundo capitalista, todos querem seu dinheiro seguro. Eu vi uma matéria, onde uma empresa chamada Mondex, criou um bio-chip à base de lítio e um pouco maior que o grão de arroz, que substituirá, em breve todos os documentos, passaporte, cartões de crédito, dinheiro, etc. E que será implantado na mão direita e na testa das pessoas, por serem os únicos lugares, que após uma série de testes, foram compatíveis. Ninguém poderá comprar ou vender, sem este implante.

 A MARCA, A IMAGEM E A ADORAÇÃO À BESTA:

Ap.13:15 – E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta.

Ap.13:16 – E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na mão direita ou na testa,

Ap.13:17 – Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome.

Ap.13:18 – Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento calcule o número da besta, porque é número de homem; e o seu número é seiscentos e sessenta e seis.

Ap.14:9 – E os seguiu o terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta e a sua imagem e receber o sinal na testa ou na mão,

Ap.14:10 – Também o tal beberá do vinho da ira de Deus, que se deitou, não misturado, no cálice da sua ira, e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro.

Ap.14:11 – E a fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre; e não têm repouso, nem de dia nem de noite, os que adoram a besta e a sua imagem e aquele que receber o sinal do seu nome.

Um Único Governo: Haverá uma mudança de governo político (um homem reinando sobre todo o mundo: o anti-Cristo).

Um Único Tribunal, um único sistema de legislação e julgamento: Mudança de leis, de princípios.

 AUMENTO DE INIQÜIDADE E CORRUPÇÃO:

 II Tm.3:13 – Mas os homens maus e enganadores irão de mal para pior, enganando e sendo enganados.

II Tm.3:1 – Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos;

II Tm.3:2 – Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos,

II Tm.3:3 – Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons,

II Tm.3:4 – Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus,

II Tm.3:5 – Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te.

II Tm.3:6 – Porque deste número são os que se introduzem pelas casas e levam cativas mulheres néscias carregadas de pecados, levadas de várias concupiscências,

II Tm.3:7 – Que aprendem sempre e nunca podem chegar ao conhecimento da verdade.

 AUMENTO DE GUERRAS E VIOLÊNCIA:

Mt.24:6 – “E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça (…)”.

 DEGRADAÇÃO ESPIRITUAL

Apostasia

 AFASTAMENTO DA FÉ VERDADEIRA:

II Ts.2:3 – Ninguém, de maneira alguma, vos engane, porque não será assim sem que antes venha a apostasia e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição,

 Mt.24:12 – E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos se esfriará.

 Mt.24:5 – Porque muitos virão em Meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.

 Mt.24:11 – E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos.

 Mt.24:24 – Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas e farão tão grandes sinais e prodígios, que, se possível fora, enganariam até os escolhidos.

 I Tm.4:1 – Mas o Espírito expressamente diz que, nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios.

 Este nosso tempo é caracterizado por estes falsos profetas e pela frieza e indiferença espiritual.

 DEGRADAÇÃO MORAL e MUDANÇA NAS BASES DA FAMÍLIA (COMO NOS DIAS DE NOÉ)

 Família

Constantes brigas e crimes entre familiares TORNARAM-SE COMUNS em nossos dias.

Filhos LEVANTAM-SE contra pais e vice-versa (ontem vi em uma revista de Portugal, um filho que levou a mãe ao tribunal por causa de dinheiro).

E ainda há o que considero o pior: um desvio de padrões milenares e estabelecidos por Deus. Há uma clara mudança de leis e por “leis”, entendo “princípios”. Vemos, hoje, uma clara mudança de princípios na estrutura familiar:

Desde que o homem foi criado, há um padrão estabelecido por Deus: “deixará o homem pai e mãe e unir-se-á a sua mulher”. Deus estabeleceu limites para a sua criação:

Sexo: entre um homem e uma mulher, e dentro da segurança do casamento, que é santo, pois é a figura do casamento de Cristo com a Igreja.

 Em nosso mundo, esta estrutura estabelecida por Deus, está a ser alterada.

Quando Jesus fala deste tempo, Jesus faz uma comparação com os “dias de Noé” e refere-se, sobretudo, à este mudança de padrões, que Deus puniu com o dilúvio, na antiga geração: “casar e se dar-se em casamento” O que podemos entender por um aumento de divórcios por qualquer motivo, adultérios, fornicação e sexo pervertido. 

HOMOSSEXUALIDADE DESCARADA NO TEMPO DO FIM:

União matrimonial entre pessoas do mesmo sexo é um exemplo bem atual, desta mudança de leis e princípios.

Rm 1:24 – Pelo que também Deus os entregou às concupiscências do seu coração, à imundícia, para desonrarem o seu corpo entre si;

Rm 1:26 – Pelo que Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza.

Rm 1:27 – E, semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.

Rm.1:28 – E, como eles se não importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convém.

Daniel 11.37 fala-nos sobre o anti-Cristo e do modo como ele agirá no tempo do fim: “Não terá respeito aos deuses de seus pais, nem ao desejo de mulheres, nem a qualquer deus, porque sobre tudo se engrandecerá”. O vers. 38 fala que ele honrará um outro deus, diferente de todos, chamado: “deus das fortalezas”, e o honrará com ouro, prata, pedras preciosas e coisas agradáveis. Ou seja, o que este “deus” requer são riquezas e coisas agradáveis. Talvez, o anti-Cristo seja um homossexual, ou alguém que promova o homossexualismo.

 Em Rm 1.32 vemos que o juízo não será só para quem pratica, mas também para os que aprovam os que tais coisas praticam.

O mundo passa por uma mudança na estrutura de pensamento e também uma mudança de governo espiritual, um “deus” estranho está para assentar-se no trono. Alguém com o qual ainda não guerreamos, por isso não podemos dormir!!!

AUMENTO DE PERSEGUIÇÃO AOS CRISTÃOS:

Mt.24:9 – Então, vos hão de entregar para serdes atormentados e matar-vos -ão; e sereis odiados de todas as gentes por causa do meu nome.

Mt.24:10 – Nesse tempo, muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se aborrecerão.

Lc.21:16 – E até pelos pais, e irmãos, e parentes, e amigos sereis entregues; e matarão alguns de vós.

Lc.21:17 – E de todos sereis odiados por causa do Meu nome.

A perseguição será certa, pois teremos que nos opor. Não podemos ser coniventes com estas mudanças de leis. Temos que nos opor ao casamento gay, à libertinagem. Essa não é uma questão só de homossexualismo, mas de casamento e mudança na estrutura familiar (macho e fêmea) e precisamos defender o matrimônio como instituição sagrada, digna entre todas e o leito sem mácula.

Vamos começar ser perseguidos irmãos! PREPAREM-SE!

Precisamos nos acostumar a cultuar a Deus junto com a nossa família, em casa, pois no futuro, as igrejas instituições serão fechadas, mas a Igreja Viva, esta continuará em crescimento e ativa! Pois essa, ninguém vence! As portas do inferno não permanecerão contra ela!

 Jesus orienta, neste tempo do fim, aos pais de família, vigiarem por suas casas (ler Mt 24.42-44). Pais, guardem suas famílias!!!

Temos que nos preparar para este novo tempo!

Jesus nos mandou Olhar para ISRAEL no tempo do fim, pois ela florescerá

A figueira é uma árvore da Palestina, que quando começa a florescer, está anunciando o verão naquela região. Jesus comparou esta figueira a Israel, dizendo que Israel é esta figueira que vai florescer no tempo do fim, anunciando o verão espiritual do arrebatamento. Realmente, Israel começou a florescer do ano 70 para cá. Foi disperso por todas as nações (Ler Lucas 21: 20-24).

Por mais de 1900 anos, Israel esteve longe de sua terra, de seus costumes, de sua comunidade, ficando totalmente uma nação despatriada. Entretanto, Israel se manteve fiel aos seus princípios religiosos.

A partir de 14 de maio de 1948, quando a ONU reconheceu Israel como novo Estado naquela região do Oriente, Israel que era uma das mais antigas nações, agora é uma das mais novas. Hoje Israel é uma potência nos sentidos econômicos, sociais e militares. No mundo da agricultura, Israel mostrou verdadeira capacidade. Agora eles têm mais de 250 mil hectares de terras, onde outrora era um deserto. Terras infrutíferas que agora são tão férteis, produzindo frutos, flores, legumes, os quais são exportados para toda a Ásia e para Europa.

Israel está florescendo. O que prova que está por um fio a volta de Jesus. Israel já se prepara para viver a última semana. Até sacerdotes já estão sendo consagrados para oficiar no último templo, que será reedificado em Israel (Ez profetiza sobre ele).

O QUE SIGNIFICAM ESSES SINAIS:

Mt.24:33 – Igualmente, quando virdes todas essas coisas, sabei que ele está próximo, às portas.

Lc.21:28 – Ora, quando essas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai a vossa cabeça, porque a vossa redenção está próxima.

Lc.21:31 – Assim também vós, quando virdes acontecer essas coisas, sabei que o Reino de Deus está perto.

 Alerta: Devemos estar preparados!

 Como?

 Buscando a Santificação e lutando contra o sistema mundano

O que está limpo, limpe-se mais ainda, o sujo, suje-se mais ainda.

Ler Rm 12.1,2 “Não vos conformeis com este século (Não se deixe moldar, não entre na fôrma do mundo) mas transformai-vos na renovação do vosso entendimento (da vossa mente) para que experimentais, qual seja, a boa, perfeita e agradável vontade de Deus”.

Temos que andar na contramão do sistema! O mundo ganancioso quer dinheiro (nós temos que ser ofertantes compulsivos), o mundo quer poder e fama (temos que nos humilhar, e se precisar, sermos espetáculo das nações), o mundo quer sexo livre (temos que nos consagrar em tudo). Isto é andar na contramão do sistema!

 Manifestando a essência de filhos de Deus à imagem de Jesus – Rm 8.18-19

A criação aguarda a nossa manifestação!

Enchendo o mundo com o que vem de Deus, que é o oposto ao ódio, indiferença, ciúmes, incredulidade, mágoa, desentendimentos, inimizades, porfias, calúnias, etc.

Mas frutificando em toda boa obra; fazendo o bem que estiver às nossas mãos (“não retenhas o bem, estando em vossa mão o poder fazê-lo”, e ainda “não pagueis mal com mal, mas pague o mal com bem”.

Sofrendo o dano, andando a segunda milha.

Evidenciando o Fruto do Espírito.

 Vivendo a Intimidade com Deus

Relacionamento com Deus, não vem de outra forma, senão por meio da oração, Bíblia, adoração e obediência. Não existem atalhos! Não há outra forma!!!

 Buscando a Revelação de Deus para este novo tempo

Vinhos Novos em odres novos, preparados e vigilantes para este novo tempo que está sendo inaugurado.

Evangelizando sem cessar!

Relacionamento com os irmãos – evangelismo e discipulado pessoal (que não se faz apenas pela internet, mas pessoa a pessoa).

 “E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações. Então virá o fim” Mt.24:14

Essa é a nossa hora Igreja!!!

 Baruch Hashem! Daniele Marques.

Anúncios




Cada Pessoa tem um Propósito, cada Propósito tem uma Autoridade e cada Autoridade, a sua Própria Prosperidade

29 04 2011

Além de ler, você também poderá escutar a Mensagem deste Post em Mp3. 

Click para ouvir:

Senti o desejo de Postar novamente este artigo. Espero que você seja muito abençoado (a)!

Deus tem falado muito comigo sobre propósito. Mas o que é propósito? Eu defino propósito como o que nascemos para fazer; o que fomos chamados para fazer; propósito é finalidade; é objetivo. Não é apenas visão de onde eu quero chegar, mas é o fundamento da visão. E ainda: é o resultado do que eu sou. Propósito não tem só relação com as coisas que eu faço , mas com o quem eu sou. Eu preciso corresponder ao que eu fui desenhada para ser. Isto é propósito. Alcançar nosso propósito significa estabelecer uma relação de correspondência exata com o que Deus nos desenhou para ser e fazer.

Ex: Quando Deus criou os luminares, deu propósitos para eles. Eles foram desenhados para sinais, estações, dias, anos, para iluminar a terra, o sol para governar o dia e a lua para governar a noite. Talvez se uma criança nos perguntasse: Por que o sol brilha? Nós responderíamos: Porque ele é sol. A iluminação tem a ver com quem ele é, com a sua finalidade, com o seu propósito. Um sol que não ilumina, adiantaria de alguma coisa? O sol precisa ficar exactamente no lugar que está, fazendo o que está fazendo, para que permaneçamos vivos na terra. Se ele sair do seu lugar e se aproximar demais, morremos; se ele se afastar demais, morremos. Precisamos que ele continue funcionando exactamente de acordo com o seu propósito.

Deus deu um propósitos coletivos à sua criação: aos peixes, às árvores, aos animais, aos céus, à terra, aos anjos, ao homem, a Israel, à Igreja. Mas também deu-lhes propósitos específicos,  individuais.  Deu a cada árvore, propósitos específicos: produzir maçãs; à outras peras ou bananas. E ainda mais específicos: banana-maçã, banana dágua, etc. A cada um, pois, Deus deu propósitos, gerais e específicos.

Cada pessoa tem o seu propósito

O que eu fui chamada para fazer tem relação com o meu propósito e é diferente do que você foi chamado para fazer. O que eu nasci para fazer, não é o que você nasceu para fazer. Os pés tem um propósito, a boca tem outro, as mãos, os rins, o coração, cada um tem uma finalidade específica e geral, dentro do corpo. Quando cada um cumpre o seu papel específico, o propósito geral também se concretiza. Dependemos uns dos outros, somos um corpo.

Não queira fazer o que Deus não te chamou para fazer. Não deixe o seu lugar vazio, e vá fazer outra coisa. Você é extremamente necessário e potencialmente capacitado, quando está no lugar certo. Imagine se o coração resolvesse sair do seu lugar para exercer uma outra função? Haveria um caos generalizado e morte certa. Um olho implantado em qualquer outro lugar do corpo, perderia a sua finalidade e seria nada mais, nada menos do que um enfeite; mas quando ele está no lugar certo: ele fornece visão! Eu sei que você não quer ser um mero enfeite! E você não é: você tem o seu lugar no corpo! Rins são frágeis demais para ficarem expostos, mas no lugar certo, purificam o corpo de impurezas. Os órgãos que não estão expostos tem tanto valor quanto os que estão. Você não pode escolher o que quer ser! Não deixe ninguém fazer você pensar que pode! Deus te desenhou para exercer uma função em um lugar específico no corpo! Veja o comentário de Paulo aos Coríntios (1 Co 12.4-31).

Quer saber qual é o seu lugar? É onde flui sua autoridade.

Cada Propósito tem a sua Autoridade

Autoridade vem da raiz (autor, criador, fabricante, quem faz, original, fonte). Autoridade é o princípio para a função correta. É o que garante o máximo de desempenho no ministério. A raiz desta palavra vem do grego “autos”: ser automático,  ser natural, ser autêntico. A palavra autêntico significa: “Autos”: trabalhar; “hentes”: sair, pôr para fora. É colocar o trabalho que está dentro, para fora, naturalmente. Sair. É revelarmos quem somos de verdade. É colocar para fora quem somos. É sermos exactamente o que o Criador nos fez para sermos. TER AUTORIDADE é estar autorizado pelo Criador para o exercício ou desempenho de alguma função.

TER AUTORIDADE é fluir no que Deus colocou dentro de nós! Você não tem que fluir em tudo, você só precisa fluir no teu propósito e cada propósito tem a sua própria autoridade.

Certa vez, uma mulher que há 12 anos sofria de uma hemorragia tocou em Jesus no meio da multidão (Lc 8.43-46). Jesus disse: alguém me tocou. Perguntaram-lhe como Ele sentiu este toque específico, pois havia uma multidão apertando-o. Jesus respondeu: “porque saiu poder de mim”. Saiu poder dele, virtude, potencial! Aleluia! Curar e salvar fazia parte do seu propósito. Quando Jesus estava no exercício de seu propósito, Ele sentia sair poder dele!

Em que área flui poder de você? É aí que está a tua autoridade! Onde e fazendo o quê, você sente sair virtude de você? O que você e em que área você sente que seu potencial é liberado?

Na oração? Na pregação? Na contribuição? No ensino? Na profecia? No pastoreamento? No evangelismo? No encorajamento? Na cura? Na Libertação? Nas estratégias e planejamento? Na administração? No serviço? Na ajuda aos necessitados? Nos abraços? Escrevendo? Na música? Na dança? Com gestos? Ouvindo? Aconselhando? Cozinhando? Cuidando de crianças? Nos equipamentos de som? Na informática?  O que mexe realmente com vc? Em que área, vc sente fluir poder de vc? É aí que está a tua autoridade e o teu propósito.

Muito Bem! Você sabe o seu propósito, identificou o lugar de sua autoridade, mas não sabe o que fazer e nem por onde começar? Apenas faça!

Pois cada Autoridade tem a sua própria prosperidade

Todos os recursos que você precisa para desempenhar o que Deus te chamou para fazer, já estão dentro de você. Quando Deus criou as árvores, Ele liberou sobre elas, uma semente para fazê-las prosperar em seu propósito. Aquela primeira semente liberada continua produzindo árvores até hoje. Deus não fica todos os dias lançando sementes. Ele já fez isso!

Em tudo o que criou, Deus colocou sementes, colocou poder, colocou recursos, colocou provisão. Quando Deus criou o homem, o autor de Gênesis (Moisés), friza um detalhe interessante: (Gn 1.28) “E Deus os abençoou: e lhes disse: sede fecundos, multiplicai, enchei a terra e sujeitai-a, dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todo animal que rasteja pela terra”.

Qual é o detalhe? Essa palavra “abençoou” significa: liberou poder para fazer prosperar! Aleluia! Tudo o que Deus te chamou para fazer, Ele já te deu. Sua prosperidade está relacionada diretamente com sua autoridade e sua autoridade com o seu propósito! Ou seja: você tem poder disponível para fluir liberalmente dentro do que foi chamado para fazer! Quanto mais você cumpre o seu propósito, mais recursos recebe e mais poder libera! Deus já fez a parte dele! Já nos abençoou com toda sorte de recursos que precisamos para o desempenho de nossa missão.

Você não nasceu com uma missão pequena! Você nasceu para ser exatamente o que Deus te desenhou para ser. Nasceu para corresponder ao seu propósito! Você nasceu com um objetivo, para fluir em  alguma área!  Existe um lugar para você no Reino; um lugar de prosperidade, de potencial liberado, onde tem uma fonte agora mesmo, fluindo poder!  Você não é melhor do que ninguém, e nem pior do que ninguém. Não é mais rico e nem mais pobre. Não tem mais e nem menos. Deus deixou disponível para você, exatamente o que você necessita para cumprir, com excelência e transbordamento, o teu propósito.

Ninguém vai fazer o que você foi chamado para fazer! Existem propósitos semelhantes ao teu, mas o teu propósito é único, assim como tua identidade é única, assim como teu DNA é único. Dentro de você tem potencial para produzir algo único, original! Autêntico!

O diabo não está muito interessado nas coisas que você faz simplesmente por fazer e até com boas intenções; mas se o que você faz corresponde ao que foi chamado para fazer. Se você estiver no lugar certo, ele vai querer te parar para que você não cumpra o teu propósito. Ele vai  tentar colocar muitas distrações no teu caminho. São estratégias do diabo para te tirar do foco. O diabo pode te fazer sentir muito útil, pode usar pessoas para te dar muito trabalho, de forma que você desempenhe muitas funções. E você vai ficar cansado, atarefado e não vai ter tempo de pensar mais em nada. As pessoas vão te elogiar,  e vão dizer a você que você é um bom servo. Sua agenda pode estar bem lotada; mas a minha pergunta é: O que você está fazendo é o que Deus te chamou para fazer? Deus te chamou pra quê? Qual é o teu propósito específico? Deus certamente não te chamou para fazer tudo! Você não tem todos os dons e nem todos os ministérios! Deus não vai te cobrar o que Ele não te mandou fazer! Mas certamente, vai pedir contas do que Ele te deu! (Mt 25.14-30).

Deus também não está muito interessado nas coisas que você faz simplesmente por fazer e até com boas intenções; mas se o que você faz corresponde ao que foi chamado para fazer. Deus quer te fazer prosperar no teu propósito! Se for preciso, Ele vai tirar todas as tuas tarefas, e até “teu ministério”. Se você não estiver no lugar certo, fazendo a coisa certa, Ele vai te parar. E não pense que é o diabo te tirando o que você tem. Nesta hora, você precisa olhar pra Deus e parar para ouvi-lO. Sentar aos seus pés como Maria e ouvir: Maria, uma coisa só é importante, escolha a Boa parte, que não te será tirada! É possível você estar fazendo muitas coisas ao mesmo tempo e ser infrutífero. Mas é impossível fazer o que foi chamado para fazer e não ser próspero. Você precisa deixar Deus te conduzir este lugar de prosperidade.

O apóstolo Paulo diz algumas frases que sempre gosto de repetir. Vou fazer delas, conselhos, para que você encontre este lugar

1. Paulo disse: “Assim corro também eu, não sem meta; assim luto, não como desferindo golpes ao ar” e ainda: “Correi de tal maneira que o alcanceis”. Se você quer chegar a algum lugar, não tome vários caminhos. Descubra qual é o teu lugar e o teu propósito e não saia daí! (1 Co 9.24, 26).

2. Deixe tudo do teu passado, que não edifica, para trás. Paulo disse: “Pois eu vou me esquecendo das coisas que para trás ficam”. Não dá pra entrar em um tempo novo, carregando o passado nas costas. Leve somente o que é útil. Mágoas, amarguras e sentimentos parecidos, não te ajudarão a cumprir teu propósito. Deixe isto pra trás! (Fp 3.13; 2.5).

3. Continue avançando. Não pare! Paulo disse: “avanço para as coisas que estão adiante de mim” e “Prossigo para o Alvo” … “para alcançar aquilo pelo qual fui alcançado!” (Fp 3.12-14).

4. O que Deus começou em você  ainda não acabou! Deus é Fiel e vai completar a obra que começou! ( Fp 1.6).

5. E Viva para cumprir o teu propósito até que digas: “combati o bom combate, acabei a carreira e guardei a fé” (2 Tm 4.7).

Faça a tua parte, e o resto, deixe com Deus! Os problemas são Dele, mas as soluções também são Dele!

E prepare-se: para fluir naquilo que Deus te chamou. É um novo tempo! Alinhe-se! Seja próspero! Baruch Hashem! Daniele Marques.

Frase:
Eu tenho um propósito. Existe uma conexão entre o meu propósito e a minha autoridade. Minha autoridade está dentro do meu propósito. Minha prosperidade acontece, quando a minha autoridade está fluindo!
(Daniele Marques)





30º Dia – O Dia da Libertação!

25 04 2011

Hoje o dia amanheceu diferente em Portugal. São 07:00 hs e estou a escrever e a pensar:

Talvez, para muitos, seja um dia normal de feriado, tantos, estão ainda a dormir, as ruas estão quietas, os pássaros a cantar, os pinheiros, agora já maduros, deixam cair alguns frutos nas ruas de primavera, um pouco mais floridas, em um mês que passou do inverno, mas ainda não é verão. O vento balança as folhas, e o sol, ainda tímido, repousa sobre o telhado das casas. Seria um dia normal em Portugal, senão fosse o seu significado. Após a sexta-feira da morte, o sábado dos questionamentos e o domingo da ressurreição, urge, 25 de abril, o “Dia da Libertação”! Neste dia singular, sobre os céus de Portugal baixamos um decreto: “Jesus Cristo vos libertou, para que sejais, de facto, livres, Portugal!”

 Há 30 dias atrás, Deus nos deu uma direcção para um tempo de intercessão sobre Portugal: O Senhor nos disse que deveríamos orar por 30 dias (do dia 27 de março até o dia 25 de abril) e disse-nos que neste dia 25, nós deveríamos profetizar a Libertação Espiritual da Nação.

 Por que esta data específica? (relembrando)

O dia 25 de abril para os portugueses, é um dia de grande importância, pois é o dia em que eles comemoram o início da democracia, conseguida, através de uma investida militar e também das massas contra a ditadura, que era imperante no país. Foi uma vitória tão grande que este dia, é chamado de “Dia da Liberdade”.

Neste ano de 2011, “o Dia da Liberdade”, é exatamente, um dia após a Páscoa, onde comemoramos a Ressurreição de Jesus, conquistada após seu Sacrifício, no Calvário. Então, profeticamente, em um dia, comemoraremos a Ressurreição e no outro, profetizaremos a Verdadeira Libertação Espiritual da nação Portuguesa. Este será “O Dia da Verdadeira Libertação” do regime ditador, que o principe das trevas impôs aqui.

 Um outro detalhe interessante, é que segundo a história de Portugal, depois do dia da Liberdade, “foi criada a Junta de Salvação Nacionalresponsável pela nomeação do Presidente da República, pelo programa do Governo Provisório e respectiva orgânica” (wikipédia).

Com a demissão do nosso Primeiro Ministro, José Sócrates, provavelmente teremos eleições em junho. Não é uma boa altura para se levantar “O Verdadeiro Exército da Salvação”?  E profetizar aos “ares de Portugal”, a Vinda do Reino de Deus sobre esta Nação, crendo, que, como Igreja, temos autoridade para nomearmos o próximo Governante de Portugal:  Jesus Cristo!

Temos uma imensa responsabilidade diante disto tudo, sobretudo, nosso maior dever é agora a evangelização, pois ficamos 30 dias guerreando e profetizando a Salvação da nação. Oramos pela salvação das famílias, de tantos grupos específicos, dos concelhos não-alcançados e consagramos cada vida desta nação a Jesus. Agora, temos uma missão importante. Veja a direção que nos enviou o Pr. Daniel Vicente, relacionado à este propósito e esta missão:

“Amada Irmã. Que o Senhor lhes dê a tão esperada vitória neste propósito. Os anjos do Senhor já estão mobilizados para a guerra, não parem de orar!!! Não esqueça, ao final de cada dia de propósito, consagrem a área geográfica que conquistarem e se sentirem responsáveis, ao senhorio de Jesus Cristo! Na semana seguinte façam um trabalho evangelístico, na área geográfica que foi consagrada, conforme o Espírito Santo lhes encarregar de fazer. Não deixem de anunciar que Jesus é o Salvador e Senhor daqueles que o receberem. Aproveitem a mobilização do povo de Deus para os dias de oração e façam a evangelização das áreas consagradas, não deixemos o tempo passar. O Senhor será convosco nesta batalha…  PAZ!!!”

O evangelismo é o nosso próximo passo de fé. Precisamos agora, de esforço e de um trabalho de fé, para por meio do evangelismo, reivindicarmos para Deus, tudo o que foi conquistado nestes dias de oração. Ouçamos o conselho do pastor Daniel: “não deixem o tempo passar”. Creio mesmo que não conseguimos conquistar nada, se não o tivermos feito primeiramente, em oração. Sempre me perguntei porque o povo de Israel precisou ficar 13 dias dando voltas ao redor das muralhas antes da Conquista de Jericó. Antes de pisarem na cidade, suas orações precisavam já ter estado lá. Antes de enfrentarem os inimigos,  já precisavam tê-los vencido em seus corações, por meio da  fé. Antes de vencerem a guerra física, já precisavam tê-la vencido espiritualmente, por meio da oração. O que eles fizeram, de comum acordo, foi tão intenso, que a cidade não ofereceu nenhuma resistência diante do povo de Deus. Esta vitória foi incrível! A oração tem íntima relação com a conquista. No Salmo 2.8, Deus diz: Pede-me, e eu te darei as nações por herança, e os fins da terra por tua possessão”. Nossa oração conquista a nação e o evangelismo é apenas a atitude de fé, para o que já foi conquistado em oração! Lembrem-se da Vitória de Josué em Refidim, contra os amalequitas (Ex 17.8-13), enquanto Moisés, Arão e Hur oravam! Lembrem-se também, da vitória do rei Josafá, após sua fervorosa oração:

“Porque em nós não há força para resistimos a esta grande multidão que vem contra nós, e não sabemos o que fazer, mas os nossos olhos estão postos em Ti” (2 Cr 20.12).

Este tempo de oração, foi para mim, um tempo muito precioso. Nos primeiros dias de nossa convocação eu mencionei um texto de Jó que dizia: “e Deus mudou a sorte de Jó, quando ele orava pelos seus amigos” e disse que Deus nos recompensaria pela fidelidade na oração. Sabe, amados, orar é nossa obrigação e “não merecemos” nenhum adicional, por fazermos aquilo que é nossa obrigação, mas Deus é tão generoso e tão bondoso, que tem abençoado além das medidas, aqueles que estiveram conosco neste propósito. Temos ouvido e visto muitas coisas: desde heranças inesperadas até títulos de residência! Deus é mesmo muito Fiel e nos recompensa, mesmo quando fazemos o que é nossa obrigação!

Também há uma especial atmosfera de arrependimento sobre os ares de Portugal nestes dias: um amigo disse-me que estavam em um culto, orando por Portugal e de repente, no meio do povo, alguém começou a chorar compulsivamente e a pedir perdão pelos pecados em alta-voz e pelas vezes que tinha, com seus lábios, amaldiçoado a nação. Ele disse que neste dia, houve muito quebrantamento! Deus está a se mover de forma muito especial nesta nação!

Nos primeiros dias de oração, em atitude profética, eu dobrei a bandeira de Portugal e coloquei dentro da minha Bíblia, para profetizar quebrantamento e uma nação inteira dobrada, prostrada, diante de Deus! Creio que isto vai acontecer! Portugal viverá o avivamento! Nós cremos nisto! Oramos por isto! Esperamos isto! E Deus falou que fará isto!

Veja uma Palavra que Deus deu ao Pr. Fenner, palavra esta, publicada em seu blog:

“Nos próximos anos irá acontecer um reavivamento na Europa; e Portugal será porta de entrada para este reavivamento; “porque em todo o mundo está sendo anunciada a fé que vocês tem”  (Rm 1.8). Existe um povo de fé em Portugal e Deus está interessado em se manifestar a este povo. São chamados de remanescentes; aqueles que não se acomodaram aos padrões presentes, não se conformaram com este século, que estão enxergando além da realidade e vendo a transformação que Deus vai realizar. Eles conseguem enxergar a sede espiritual das pessoas, que a religiosidade não tem saciado, e agem para que estes sedentos sejam quebrantados e transformados pela glória de Deus. Os remanescentes não estão acomodados aguardando uma transformação, mas já se encontram em posição para lavrarem a terra com sua oração. Nós vamos nos juntar a eles neste trabalho. Esta tarefa também é nossa. A intercessão é o instrumento para revirar a terra, arrancar o joio e preparar o solo para as sementes. Você deve fazer parte deste propósito!”

Deus costuma confirmar o que vai fazer, também  com sinais e quero, compartilhar algo que me aconteceu:

Bem no início de nosso propósito tive uma experiência interessante. Um pastor amigo, que foi missionário durante muito tempo aqui em Portugal, havia compartilhado uma visão, onde ele via densas trevas sobre Portugal e uma nação mergulhada na escuridão. Ele via apenas alguns pontos de luz na nação, que eram os filhos de Deus Ele disse:

“A impressão que tive era de que o Senhor se afastou de Portugal. O pecado dessa nação tornou-se insuportável para o Senhor. Existem lugares onde o Senhor não está, e Portugal é um desses lugares. Ele está em seus filhos (os pontos de luz), mas não na nação. Nem mesmo a igreja cristã está brilhando com essa luz. A idolatria, a feitiçaria, a bruxaria e o humanismo cobriram Portugal, entraram na igreja e o Senhor se afastou da nação”. 

No dia em que ele teve esta visão, nós dedicamos um dia inteiro a orar “para que a Luz de Jesus pudesse brilhar em Portugal”. Me lembro que nestes dias, estávamos orando e pedindo perdão pelos pecados da nação, e pelo dano causado pelas religiões presentes em Portugal. Nestes mesmos dias, os céus de Portugal começaram ficar visivelmente escuros e isto virou notícia de jornal. Não vi a reportagem, mas meu marido Luciano viu e disse que eles estavam explicando este fenômeno cientificamente. Seja lá o que eles dizem ser, eu vi o céu muito negro e com nuvens muito negras. E elas formavam figuras no ar e se moviam rapidamente. Estavam tão baixas, que parecia que podíamos tocá-las. Não sou uma pessoa que “espiritualiza” tudo, mas o momento que vi as nuvens, senti algo ruim, e incomodada, comecei orar em meu espírito, e imediatamente, vi estas nuvens dissipando. Creio que Deus estava confirmando que nossa oração dissiparia as trevas de sobre a nação.

Na quarta feira dia 20/04/2011 (curiosamente o 25º dia de intercessão), no dia em que começamos a interceder pela Unidade da IGREJA, e exactamente neste dia, aconteceu algo interessante: Deus colocou seu “arco” no céu. Por que, justamente neste dia? Estava uma tarde diferente e neste momento, o sol estava apenas nos telhados das casas. Foi muito bonito de se ver! Eu estava conversando com meu irmão sobre como estava lindo o céu. Era um dia alegre. E aí, vimos o arco!

Gênesis 9.11-16, fala deste Arco, onde o Senhor diz que todas as vezes que ele aparecer no céu, Deus se lembrará de Sua aliança com os seres viventes, de que não mais destruirá toda a terra com um dilúvio (Vs.14,15a).

“E sucederá que, quando eu trouxer nuvens sobre a terra, e nela aparecer o arco, então me lembrarei da minha aliança, firmada entre mim e vós e todos os seres viventes de toda carne” (…).

 Eu não estava com uma máquina fotográfica no momento, mas tirei uma foto usando o telemóvel. E apesar da baixa definição do TM, conseguimos enxergar o arco. Veja:

O Arco é produzido pelo reflexo do sol nas gotas de chuva. Na hora eu só achei bonito, mas quando fui orar, senti Deus falar claramente comigo: Neste dia, eu estou reafirmando minha aliança com a minha Igreja, em Portugal. Já as pequenas gotas (da grande chuva que virá) estão começando a reflectir, reflexos do Sol da Justiça nos céus de Portugal! A Verdadeira Luz (Jesus) vai brilhar sobre Portugal! Meus amados, Preparemo-nos para o avivamento que virá!

E por fim, eu agradeço imenso a todas os intercessores e Igrejas que participaram conosco destes dias de intercessão por Portugal! A intensa participação de muitas Igrejas, com e-mails, informações, palavras de Deus, direções, me fizeram crer que nossa Unidade realmente é possível! Estamos juntos nesta guerra. Esta é a guerra da Igreja e a vitória da Igreja, no Senhor!  Talvez nós nunca saibamos quantos joelhos se dobraram diante de Deus, nestes dias de Oração, mas tenho certeza, que nenhuma oração foi vã ou caiu por terra, e certamente, no tempo oportuno, vamos colher os frutos. E eu quero estar aqui para testemunhar isto! Pensei em mencionar nominalmente, todos os que estiveram connosco neste propósito, mas seria injusta ao esquecer-me de alguém, então agradeço a TODOS pela perseverança e pelo compromisso! Somos um no Senhor! Continuemos, juntos, como Igreja e em oração: “Pelos nossos irmãos, por nossos filhos, nossas casas e por nossa terra” (Ne 4.14).

 Motivos de Oração: 

  • Agradeça ao Senhor por tudo o que Ele realizou nestes dias. Há acções invisíveis e espirituais, que nossos olhos ainda não viram, mas que pela fé, já se tornaram realidade sobre esta nação. Agradeça!
  • Neste dia, profetize a Palavra de Deus sobre os ares de Portugal!
  • Este é o “Dia da Libertação”, então profetize isto!
  • Profetize a Implantação do Reino de Jesus nesta nação. Nós entronizamos Jesus Cristo em Portugal. Nós declaramos que no Trono de Portugal, se sentará Jesus, para reinar com Justiça.
  • Ore pelas próximas eleições, que ocorrerão dentro dos próximos 2-3 meses.
  • Ore, agradecendo a Deus, por todos os intercessores, que estiveram connosco neste propósito. Cubra a vida de cada um com orações! E ore para que o Senhor levante muitos outros!
  • Ore por mais obreiros para esta seara!
  • Ore por uma mobilização de Evangelismo nos quatro cantos da nação! Vamos colher os frutos que plantamos nestes dias de oração!
  • Ore por um Novo Tempo, um Tempo de visitação de Deus sobre a nação e mais do que isso: ore para que a Presença de Deus repouse sobre cada pessoa desta nação. Ore por avivamento!
  • E não se esqueça: ore pelos concelhos não-alcançados, especialmente por Braga.
  • Ore pelas famílias, ore por toda a liderança e ore pela Igreja do Senhor.

Que o Senhor os recompense!   Daniele Marques





29º Dia – Senhor, aviva Portugal!

24 04 2011

Fizemos questão de colocar hoje uma Palavra do Pr. Salomão Oliveira, Diretor da JOCUM em Portugal, porque este homem de Deus, há muitos anos deixou o Brasil e veio como missionário para esta nação, em um tempo que não havia aqui, tantas Igrejas. Há muitos anos ele tem feito Campanhas de Oração por Portugal, tem mobilizado igrejas, trabalhado em prol da Unidade do Corpo e treinado muitos jovens para a obra missionária.  Portanto, queremos nos unir à uma oração que, por décadas, ele tem feito a Deus: Senhor, aviva Portugal! 


Por Pr. Salomão Oliveira


 “Tenho ouvido, ó Senhor, as tuas declarações, e me sinto alarmado; aviva a tua obra, ó Senhor, no decorrer dos anos, e no decurso dos anos faze-a conhecida; na tua ira, lembra-te da misericórdia” (Habacuque 3.2)

Quando pensamos em avivamento, este é o primeiro texto que nos vem à mente. Sentimos um pouco o coração do profeta. Um homem totalmente comprometido com sua geração. Não tenho a intenção, nem temos espaço aqui, para fazer um estudo bíblico, mas desejo falar um pouco do coração deste profeta, porque eu creio que uma das coisas que nós mais precisamos nos nossos dias é de referências, profetas que choram, pregam e exortam no temor do Senhor.

Cap 1- Habacuque recebe a revelação da sentença do Senhor para com Judá e ele não se mostra indiferente e entra em clamor na presença de Deus.

Até quando Senhor clamarei eu e tu não me escutarás? Gritarei sobre o que se passa na minha nação e não salvarás? Porque nos mostra a iniquidade e nos faz ver a opressão? Pois a destruição e a violência estão diante de nós, há contendas e o litígio se suscita. O perverso cerca o justo e ainda celebram a vitória por terem adquirido o direito de matar os indefesos ainda no ventre materno.” (vs.2-4)

“Vede entre as nações, olhai, maravilhai-vos e desvanecei, porque realizo em vossos dias obra tal que vós não crereis quando vos for contada” (vs. 5)

Na China, os mais optimistas crêem que há em torno de 300 milhões de crentes, ou seja, acima dos 20% da nação serve a Jesus Cristo. Em Guatemala, Nicarágua e El-Salvador existem comunidades que estão se convertendo em massa. Pequenas cidades, que dantes eram pobres e a maioria dos homens viviam embriagados pelas ruas, hoje são cidades que vivem em paz e os seus homens, excelentes agricultores.

O Evangelho, que é o poder de Deus, os tem alcançado e transformado completamente. Na própria Argentina, que passou por momentos terríveis, a igreja clamou, o povo chorou, o Senhor os ouviu e dia após dia eles têm experimentado a abundância do Senhor. O Chile, pequeno país escondido entre a cordilheira dos Andes. Poucos falam do Chile, mas é um país que também tem sido visitado pelo poder de Deus e mais de 25% da sua população ama a Jesus. O Brasil, que é conhecido no mundo pelo seu futebol, samba e violência tem a cada dia milhares que se rendem aos pés de Cristo. A cada mês centenas de igrejas são implantadas de norte a sul.

Senhor, e nós? Portugal! Até quando falaremos dos outros?
Olhe para nós… Precisamos tanto do Teu olhar!

Pôr-me-ei na minha torre de vigia, colocar-me-ei sobre a fortaleza, e vigiarei para ver o que Deus me dirá, e que resposta eu terei à minha queixa” (Cap 2.1).

Visto como despojaste a muitas nações, todos os mais povos te despojarão a ti, por causa do sangue dos homens, e da violência contra a terra, contra a cidade e contra os seus moradores. Ai daquele que ajunta em sua casa bens mal adquiridos, para pôr em lugar alto o seu ninho, a fim de livrar-se das garras do mal. Vergonha maquinaste para a tua casa, destruindo tu a muitos povos, pecaste contra a tua alma. Porque a pedra clamará da parede, e a trave responderá do madeiramento. Ai daquele que edifica a cidade com sangue e a fundamenta com iniquidade!” (Cap 2:8-12).

Dá ouvidos ó pastor de ‘Portugal’, tu, que conduzes a José como um rebanho; Tu, que estás entronizado acima dos querubins, mostra o teu esplendor…Desperta o teu poder e vem salvar-nos. Restaura-nos, ó Deus; faze resplandecer o teu rosto, e seremos salvos” (Sl.80.1-3).

Realmente, Senhor, diante destas declarações nos sentimos alarmados. Aviva-nos Senhor, restaura-nos, Senhor, perdoa-nos, Senhor. Ajude-nos a viver um novo tempo. Transforma os nossos corações, quebranta-nos. Arranque dos nossos corações o orgulho, a altivez e a falta de temor do Senhor, para Glória de Jesus.

                                                                         Pr. Salomão Oliveira
Director da Jocum-Portugal

Motivos de Oração:

  • Peçamos perdão a Deus pelos nossos pecados e da nossa nação.
  •  Oremos por sede pela Sua presença e pela sua Palavra.
  • Peçamos um coração quebrantado e humilde.
  • Peçamos mais compromisso com a Oração.
  • Peçamos a Deus que levante novos grupos de Intercessores.
  • Oremos por avivamento nos quatro cantos de Portugal.
  • Peçamos para que Deus levante os “Habacuques”, “Jeremias”, “Elias” e outros, comprometidos com a verdade e cheios de ousadia.
  • Peçamos novo líderes baptizados na graça e na verdade.
  • Oremos para que os crentes desta nação sejam cheios do Espírito Santo!
  • Peçamos compromisso com a unidade.
  • Oremos por um novo tempo, marcado por uma intensa Presença de Deus!
Que Deus o abençoe! Daniele Marques.





28º Dia – Ore pela Restauração do Altar!

23 04 2011

Sede meus imitadores (Palavra para Pastores e líderes)
por Ap. Luiz Hermínio dos Santos

“Lucas 11. 1”.

Introdução:

Jesus estava orando… Eles pediram… “Ensina-nos a orar”.
Eles não Pediram: ensina-nos a pregar, ou a  jejuar, ou a cantar, ou a evangelizar.

Tudo isso nasce de uma vida de oração. Eles viam o Seu líder orando. Lucas 5: 15 – 16; Marcos 6: 30 – 32; João 6: 15.
Jesus tocava seus liderados com o Seu estilo de vida.
Um líder deve influenciar seus liderados a irem a Deus. O Pai influencia seus filhos.
Ninguém segue alguém que não sabe onde está indo.
Jesus não orou por Eles, mas Ele os instruiu a orar também.

Existem dois tipos de líderes:

Líder que Comanda: Ele faz junto com os seus liderados.
Líder que Manda: Só dá ordens.
O que comanda tem autoridade e o que manda tem autoritarismo.

 Lembre-se:

Jesus não era controlado por pessoas, Ele confrontava a religião; os fariseus só mandavam, atavam fardos pesados sobre os outros. Mas Jesus os amava o suficiente para falar a verdade para eles. “Mateus 23: 1 – 39”.

Exemplo:
O jovem rico – Marcos 10: 21. “Jesus olhou para ele e o amou”.
Não comprometa a verdade para agradar os homens. Gálatas 1: 10 – 11.
Jesus confrontou os fariseus. Mateus 15: 7 – 9.
Jesus confrontou as pessoas da Sua terra. Lucas 4: 28 – 30.
Jesus confrontou os próprios familiares. João 7: 5.
Jesus confrontou seus companheiros de trabalho. João 6: 60 – 66.
Jesus confrontou seus amigos mais chegados. João 11: 1 – 3; 6: 21 – 32.
Os líderes tramavam sua morte.
Sua própria terra o rejeitou.
Sua família achava que Ele estava fora de si.
Seus companheiros saíram ofendidos.


A Palavra só faz mal para quem pratica o mal.
Mas Ele continuava determinado, obedecendo ao Pai.
Se obedecermos a Deus por amor, não nos sentiremos ofendidos quando Ele for duro conosco.
Nós precisamos entender que o amor e o julgamento de Deus são perfeitos.
Aquele que veio trazer paz ao mundo acabou trazendo espada. Mateus 10: 34.
Ele nos ama, mas conhece as intenções dos nossos corações.

Eles viam os frutos que as orações de Jesus produziam:
Ousadia – Autoridade – Intrepidez.
Ele falava manso e as pessoas diziam: “Como Ele tem autoridade”, e por isso queriam aprender a orar.

Muitos não conhecem o poder que tem.
Moisés argumentou (sou gago).
Jeremias argumentou (sou criança).
Mas suas palavras tinham vida. João 6: 63.
A Palavra que Ele nos tem dito são Espírito e vida.

Precisamos de pregações vivas e só teremos isso, se persistirmos em oração.

Se quisermos uma vida santa precisamos orar, mas se quisermos orar temos que ter uma vida santa.

Ler é bom, mas orar é melhor. Ler sobre oração e não orar é o mesmo que ler sobre culinária e não ter os ingredientes para preparar os alimentos. Tiago 5: 17 – 18 fala de Elias. Elias alterou o curso normal da natureza, estrangulou a economia, desafiou a idolatria e desafiou o ocultismo.

“Elias orou”. A oração muda às coisas, mas Ela também muda as pessoas. Precisamos de paixão na oração.

Salmos 119: 136. Torrentes de águas nascem dos meus olhos…

O sacerdote usava uma roupa de linho para entrar no Santo dos Santos, para não suar. Na adoração não entra suor (força). Só lágrimas de paixão.

“Não é por força, mas é pelo Meu Espírito”. Salmos 126: 6. O que sai andando e chorando… Nossos olhos estão secos porque nosso coração está seco e se o que sai da nossa boca não tem vida é porque nosso coração está vazio de Deus.

 Cuidado com o sucesso!

Naquele grande dia o fogo do juízo vai provar a qualidade e não a extensão da obra que realizamos.
A que foi gerada na oração resistirá ao teste.
A oração nos trará fome por almas e a fome por almas nos levará à oração.
O crente que tem visão espiritual ora e o que ora tem visão espiritual.

Não abandone o altar para construir uma torre de ambições. Gênesis 11: 1 – 4. O altar é Divino. A torre é humana.

O Maior inimigo do homem é o sucesso que ele adquire por si próprio.

O Sucesso é um campo minado, e muitos pecados estão enterrados neste campo.

Soberba, independência, estrelismo e vanglória. Lucas 5: 15 – 16.

Altares são de pedras. Torres são de tijolos. A Igreja é feita de pessoas. “Pessoas diferentes que vivem em unidade”.

“Quando deixamos de fazer o que Deus mandou acabamos fazendo o que Ele não mandou”. Aí atraímos: Problemas, confusões, maldições e divisões. Perdemos a benção quando deixamos de ser uma benção.

Desde o dia de pentecostes até hoje, os grandes avivamentos que tem havido, nasceram da oração conjunta dos crentes, mesmo que em número pequeno. Se a oração cessar nenhum movimento continua.

O mundo não é santo, é porque a Igreja não é santa.

A Igreja teve início com aqueles homens agonizando no cenáculo.

Hoje seus líderes estão se juntando em restaurantes para fazerem planos.

Ela (igreja) começou num avivamento e está terminando em um ritual.

Começou com força viril, hoje está estéril.

Os fundadores eram indivíduos de grande fervor e nenhum título.

Nós precisamos ser guiados por Deus para orientar uma geração desorientada.

Jeremias 2 Leia com atenção todo o capítulo. Você verá o que Deus espera de nós ministros do Senhor.

Se um pregador não possui o Espírito de Deus, seu escritório não passa de um laboratório onde ele disseca doutrina e cultiva dogmas para sua vida. É preciso unção para ensinar! A verdade que conforta é a mesma que confronta.

Se nós dormirmos, Igreja, o inimigo invadirá a cidade.

Não prepare só o sermão para pregar; o pregador deve estar tão preparado quanto o sermão que ele preparou.

O sermão de Pedro no dia de pentecostes impactou, mas ele só nasceu depois de perseverança na oração.

Ele simplesmente pregou o que disse o profeta Joel: “Ele pregou a Palavra”.

Não invente, pregue a Palavra. Atos 2: 14 – 36.

Pregue mensagens de consolo sim:
Para doentes.
Para enfermos.
Para abatidos.

Mas se você vê um ladrão entrar na casa do vizinho e não avisa isto é crime.

Conclusão:

Atos 19: 15 – O inferno conhecia Paulo.

Este é o maior elogio que o inferno pode fazer a alguém. “Conheço Jesus… sei quem é Paulo”. Associar seu nome ao de Jesus.

Porque os demônios O conheciam?

  • Ele foi ao terceiro céu.
  • Os anjos O serviam.
  • Suas orações provocavam terremoto em prisões.
  • Suas orações estraçalhavam grilhões.
  • Estabelecia igrejas por onde passava.
  • Conquistou almas debaixo do nariz do imperador em Roma.
  • Sentia-se a vontade na presença de Reis, Governadores e Tetrarcas.
  • Invadiu o domínio da capital intelectual do mundo com a mensagem do Evangelho.
  • Deixava confusos os sábios.

Resumindo: Enquanto Paulo viveu, o inferno não teve paz.

E depois que morreu Sua mensagem ecoou até nossos dias, e continua sacudindo o inferno.

Este homem é bom imitar:

II Co 12:5… De um (homem) assim me gloriarei.

Paulo foi à cruz e experimentou o milagre da regeneração.

Mas depois quando foi crucificado com Cristo conheceu um milagre maior, o da identificação.

“Já não sou eu que vivo, é Cristo que vive em mim”. Gálatas 2: 20.

Não tinha ambições pessoais…

Por isso não tinha nada para zelar;

Não tinha mais reputação…

Logo não tinha que lutar para se defender;

Não possuía bens…

Portanto nada com o que se preocupar;

Não tinha direitos…

Por isso não se julgava vítima de injustiça;

Estava morto: Quem poderia matá-lo?

Era o menor dos menores: Quem poderia humilhá-lo?

É este o homem que diz: “Sede meus imitadores”.

“O que aprendestes, recebestes e ouvistes de mim e em mim vistes, isso farei… e o Deus de paz será convosco”. Filipenses 4: 9.

 Ap. Luiz Hermínio, pastor presidente da Missões Evangelísticas “Vinde Amados Meus”  (http://www.mevam.org.br/)

Motivos de Oração (em favor dos pastores e líderes de Portugal): 

  • Peça perdão pelos pecados dos pastores e líderes desta nação.
  • Ore para que todos vivam uma vida de arrependimento, quebrantamento e contrição.
  • Ore por humildade, por um coração ensinável e dependência de Deus.
  • Ore pela restauração completa do altar.
  • Ore para que Jesus seja sempre o centro de suas vidas e ministérios.
  • Ore pela cura da alma e perdão.
  • Ore para que o corpo, alma e espírito vivam em renovo diário.
  • Ore por saúde física.
  • Ore para que eles tenham um maior tempo de oração, busca e lágrimas diante do Senhor.
  • Ore por sabedoria, conhecimento, revelação e visão.
  • Ore pela quebra de toda religiosidade.
  • Ore pelo testemunho (que sejam sempre irrepreensíveis).
  • Ore por fidelidade.
  • Ore por liberalidade nas finanças.
  • Ore por provisão, sustento e prosperidade.
  • Ore por unção, intrepidez, fé, avivamento e também unidade entre os líderes.
  • Ore para que todos os líderes sejam “pais” espirituais.
  • Ore para Deus levantar muitos pastores de pastores.
  • Ore pelas famílias dos líderes, para que todos estejam guardados e rendidos diante do Senhor.
Que Deus te abençoe. Daniele Marques.




27º Dia – Oremos pelo Discipulado Eficaz!

22 04 2011

Quando a Daniele nos ligou e nos falou do propósito de orar por Portugal durante 30 dias, logo os nossos corações (o meu e da minha esposa Priscilla) aqueceram, pois Deus não esqueceu de Portugal e levanta homens e mulheres de oração todos os dias em favor desta nação.

Numa de nossas conversas com a Daniele, abordamos o tema discipulado. E o que tem a ver discipulado com o propósito de orar por Portugal?

Tem tudo a ver!!! Devemos orar para que a nação portuguesa seja bem discipulada por homens e mulheres de Deus que possam reproduzir a vida de Cristo em outros, que sejam canal desse DNA maravilhoso que é o sangue de Jesus e que saibam também cuidar dessas vidas preciosas que o Senhor coloca em nossas mãos.

A nação portuguesa precisa de bons discipuladores, pessoas comprometidas com o evangelho verdadeiro e genuíno, discipuladores que saibam reproduzir a vida de Cristo sobre esta nação e discipuladores que atendam o chamado da grande comissão:

“Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo” (Mt 28:19).

Esta ordem é bem clara para o povo de Deus: devemos fazer discípulos, pessoas que sigam a nossa fé em Cristo Jesus, pessoas que estão dispostas a renunciar o pecado e viver uma vida nova com Deus.

“Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue?” (Rm 10:14)

Vamos sonhar os sonhos de Deus e implantar o Seu reino também, aqui nas terras portuguesas. “Jesus disse: Buscai, pois, em primeiro lugar, o seu Reino…” Mt 6.33. Portugal está precisando que o Reino de Deus seja estabelecido e não o reino de homens. A situação está muito complicada por aqui, não apenas por causa da crise económica, mas também porque as pessoas têm estado muito deprimidas, a violência está aparecendo… e etc. Temos que orar para reflectir e reproduzir a glória de Deus nesta nação e para que o povo desta terra pare de olhar para a sua própria “auto-suficiência” e deseje ser parecido com Cristo. Quando uma nação não conhece a Jesus, ela reproduz o pecado e os pecadores, mas quando uma nação conhece a Jesus, ela passa a reproduzir santos lutando contra o pecado.

Desde a criação do homem, o Nosso Deus deseja estabelecer o Seu reino aqui na terra, pessoas que reflictam a sua glória. Quando Deus criou Adão e Eva, Deus os criou a Sua imagem e a Sua semelhança e lhes deu uma ordem: “Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra…” Gn 1:28. Por quê Deus deu esta ordem? Porque Adão e Eva gozavam de perfeita comunhão com Deus e, assim, reflectiam a glória de Deus perfeitamente. Se eles não tivessem cometido o pecado, os seus filhos, netos, bisnetos e todos os seus descendentes iriam reflectir a glória de Deus, eles cresceriam, se multiplicariam e toda a terra ficaria cheia da glória de Deus, como as águas cobrem o mar. Mas, infelizmente, o homem pecou, e eles passaram a reproduzir filhos de acordo com a sua própria natureza: não mais uma natureza divina, mas uma natureza pecaminosa, corrompida.

Contudo, o plano original de Deus nunca mudou. Mesmo que o homem natural, por causa do pecado, não reflicta a glória de Deus, aquelas pessoas que já nasceram de novo verdadeiramente reflectem a Sua glória. Então a ordem de Deus continua a mesma: “Eu quero o Meu Reino implantado sobre toda a terra e isto vai acontecer quando os meus filhos colocarem o Meu Reino em primeiro lugar, crescerem e se multiplicarem até que toda a terra esteja cheia de pessoas que reflictam a minha Glória”.

A sociedade é transformada a partir do outro, e com a nação portuguesa também ocorre o mesmo. Por isso, oremos para que nós, os discípulos de Cristo, sejamos agentes transformadores e reprodutores da natureza de Cristo nesta nação, nesta sociedade, nestas vidas, e que os portugueses e todos os estrangeiros que aqui vivem, venham desejar se relacionar com o perfeito que é Jesus Cristo, pois só assim teremos um Portugal reflectindo a glória de Deus. E como fazer esta transformação na nação?

Através do DISCIPULADO. Jesus priorizou o discipulado na Sua vida aqui na Terra. Antes de escolher os seus discípulos, Ele orou a noite toda e uma grande parte do seu tempo foi ocupada investindo na vida deles: ensinando-os e sendo um exemplo para eles. Então, nós desafiamos você, amado irmão, a fazer como Jesus, orar, ser um exemplo, e discipular pessoas, fazendo delas seguidoras de um Deus Todo-Poderoso, reprodutoras da natureza de Cristo, e embaixadores que podem mudar o rumo de uma nação. Um povo que se santifica, que adora, que clama a Deus, que vive a natureza de Cristo, e o reconhece como Senhor e Salvador, prospera, frutifica e torna-se referência para outras nações. E é assim que Portugal vai mudar e recomeçar!

Feliz é a nação cujo Deus é o SENHOR, e o povo ao qual escolheu para sua herança” Sl 33:12

Faça a diferença! Seja um discipulador! Gere a vida de Cristo, gerando Discípulos de Cristo!

(Prs. Dantas e Priscilla, Igreja Batista Shekinah – Portugal)

Motivos de Oração:

  • Para que o povo de Deus esteja envolvido na grande comissão: Fazer Discípulos.
  • Para que possamos fazer discípulos e cuidar bem de cada um.
  • Para que o Reino de Deus seja estabelecido em Portugal.                      
  • Para que Portugal reflicta a glória de Deus para outras nações.
  • Para que os portugueses abram as portas das suas casas para o discipulado.
Continuemos em Oração! Que Deus os abençoe. Daniele Marques.






Nick, um exemplo de superação e fé!

22 03 2011

A História deste homem é impressionante! Ele é um servo de Deus, já vi alguns vídeos dele e ele sempre me inspira a continuar, apesar de minhas limitações !!!

Não devemos ficar frustrados pelo que não possuímos. Na verdade, algumas coisas, nunca teremos mesmo; outras, virão, ao seu tempo. Mas devemos SEMPRE e TODOS OS DIAS, sermos agradecidos por tudo o que Deus nos deu! Obrigada, Senhor! Tua graça me basta e Teu poder se aperfeiçoa em minha fraqueza!

Mesmo que algo nos falte, com certeza, temos TUDO o que é essencial, para vivermos uma Vida Abundante e Transbordante, na Presença de Deus e para a Glória Dele!