28º Dia – Ore pela Restauração do Altar!

23 04 2011

Sede meus imitadores (Palavra para Pastores e líderes)
por Ap. Luiz Hermínio dos Santos

“Lucas 11. 1”.

Introdução:

Jesus estava orando… Eles pediram… “Ensina-nos a orar”.
Eles não Pediram: ensina-nos a pregar, ou a  jejuar, ou a cantar, ou a evangelizar.

Tudo isso nasce de uma vida de oração. Eles viam o Seu líder orando. Lucas 5: 15 – 16; Marcos 6: 30 – 32; João 6: 15.
Jesus tocava seus liderados com o Seu estilo de vida.
Um líder deve influenciar seus liderados a irem a Deus. O Pai influencia seus filhos.
Ninguém segue alguém que não sabe onde está indo.
Jesus não orou por Eles, mas Ele os instruiu a orar também.

Existem dois tipos de líderes:

Líder que Comanda: Ele faz junto com os seus liderados.
Líder que Manda: Só dá ordens.
O que comanda tem autoridade e o que manda tem autoritarismo.

 Lembre-se:

Jesus não era controlado por pessoas, Ele confrontava a religião; os fariseus só mandavam, atavam fardos pesados sobre os outros. Mas Jesus os amava o suficiente para falar a verdade para eles. “Mateus 23: 1 – 39”.

Exemplo:
O jovem rico – Marcos 10: 21. “Jesus olhou para ele e o amou”.
Não comprometa a verdade para agradar os homens. Gálatas 1: 10 – 11.
Jesus confrontou os fariseus. Mateus 15: 7 – 9.
Jesus confrontou as pessoas da Sua terra. Lucas 4: 28 – 30.
Jesus confrontou os próprios familiares. João 7: 5.
Jesus confrontou seus companheiros de trabalho. João 6: 60 – 66.
Jesus confrontou seus amigos mais chegados. João 11: 1 – 3; 6: 21 – 32.
Os líderes tramavam sua morte.
Sua própria terra o rejeitou.
Sua família achava que Ele estava fora de si.
Seus companheiros saíram ofendidos.


A Palavra só faz mal para quem pratica o mal.
Mas Ele continuava determinado, obedecendo ao Pai.
Se obedecermos a Deus por amor, não nos sentiremos ofendidos quando Ele for duro conosco.
Nós precisamos entender que o amor e o julgamento de Deus são perfeitos.
Aquele que veio trazer paz ao mundo acabou trazendo espada. Mateus 10: 34.
Ele nos ama, mas conhece as intenções dos nossos corações.

Eles viam os frutos que as orações de Jesus produziam:
Ousadia – Autoridade – Intrepidez.
Ele falava manso e as pessoas diziam: “Como Ele tem autoridade”, e por isso queriam aprender a orar.

Muitos não conhecem o poder que tem.
Moisés argumentou (sou gago).
Jeremias argumentou (sou criança).
Mas suas palavras tinham vida. João 6: 63.
A Palavra que Ele nos tem dito são Espírito e vida.

Precisamos de pregações vivas e só teremos isso, se persistirmos em oração.

Se quisermos uma vida santa precisamos orar, mas se quisermos orar temos que ter uma vida santa.

Ler é bom, mas orar é melhor. Ler sobre oração e não orar é o mesmo que ler sobre culinária e não ter os ingredientes para preparar os alimentos. Tiago 5: 17 – 18 fala de Elias. Elias alterou o curso normal da natureza, estrangulou a economia, desafiou a idolatria e desafiou o ocultismo.

“Elias orou”. A oração muda às coisas, mas Ela também muda as pessoas. Precisamos de paixão na oração.

Salmos 119: 136. Torrentes de águas nascem dos meus olhos…

O sacerdote usava uma roupa de linho para entrar no Santo dos Santos, para não suar. Na adoração não entra suor (força). Só lágrimas de paixão.

“Não é por força, mas é pelo Meu Espírito”. Salmos 126: 6. O que sai andando e chorando… Nossos olhos estão secos porque nosso coração está seco e se o que sai da nossa boca não tem vida é porque nosso coração está vazio de Deus.

 Cuidado com o sucesso!

Naquele grande dia o fogo do juízo vai provar a qualidade e não a extensão da obra que realizamos.
A que foi gerada na oração resistirá ao teste.
A oração nos trará fome por almas e a fome por almas nos levará à oração.
O crente que tem visão espiritual ora e o que ora tem visão espiritual.

Não abandone o altar para construir uma torre de ambições. Gênesis 11: 1 – 4. O altar é Divino. A torre é humana.

O Maior inimigo do homem é o sucesso que ele adquire por si próprio.

O Sucesso é um campo minado, e muitos pecados estão enterrados neste campo.

Soberba, independência, estrelismo e vanglória. Lucas 5: 15 – 16.

Altares são de pedras. Torres são de tijolos. A Igreja é feita de pessoas. “Pessoas diferentes que vivem em unidade”.

“Quando deixamos de fazer o que Deus mandou acabamos fazendo o que Ele não mandou”. Aí atraímos: Problemas, confusões, maldições e divisões. Perdemos a benção quando deixamos de ser uma benção.

Desde o dia de pentecostes até hoje, os grandes avivamentos que tem havido, nasceram da oração conjunta dos crentes, mesmo que em número pequeno. Se a oração cessar nenhum movimento continua.

O mundo não é santo, é porque a Igreja não é santa.

A Igreja teve início com aqueles homens agonizando no cenáculo.

Hoje seus líderes estão se juntando em restaurantes para fazerem planos.

Ela (igreja) começou num avivamento e está terminando em um ritual.

Começou com força viril, hoje está estéril.

Os fundadores eram indivíduos de grande fervor e nenhum título.

Nós precisamos ser guiados por Deus para orientar uma geração desorientada.

Jeremias 2 Leia com atenção todo o capítulo. Você verá o que Deus espera de nós ministros do Senhor.

Se um pregador não possui o Espírito de Deus, seu escritório não passa de um laboratório onde ele disseca doutrina e cultiva dogmas para sua vida. É preciso unção para ensinar! A verdade que conforta é a mesma que confronta.

Se nós dormirmos, Igreja, o inimigo invadirá a cidade.

Não prepare só o sermão para pregar; o pregador deve estar tão preparado quanto o sermão que ele preparou.

O sermão de Pedro no dia de pentecostes impactou, mas ele só nasceu depois de perseverança na oração.

Ele simplesmente pregou o que disse o profeta Joel: “Ele pregou a Palavra”.

Não invente, pregue a Palavra. Atos 2: 14 – 36.

Pregue mensagens de consolo sim:
Para doentes.
Para enfermos.
Para abatidos.

Mas se você vê um ladrão entrar na casa do vizinho e não avisa isto é crime.

Conclusão:

Atos 19: 15 – O inferno conhecia Paulo.

Este é o maior elogio que o inferno pode fazer a alguém. “Conheço Jesus… sei quem é Paulo”. Associar seu nome ao de Jesus.

Porque os demônios O conheciam?

  • Ele foi ao terceiro céu.
  • Os anjos O serviam.
  • Suas orações provocavam terremoto em prisões.
  • Suas orações estraçalhavam grilhões.
  • Estabelecia igrejas por onde passava.
  • Conquistou almas debaixo do nariz do imperador em Roma.
  • Sentia-se a vontade na presença de Reis, Governadores e Tetrarcas.
  • Invadiu o domínio da capital intelectual do mundo com a mensagem do Evangelho.
  • Deixava confusos os sábios.

Resumindo: Enquanto Paulo viveu, o inferno não teve paz.

E depois que morreu Sua mensagem ecoou até nossos dias, e continua sacudindo o inferno.

Este homem é bom imitar:

II Co 12:5… De um (homem) assim me gloriarei.

Paulo foi à cruz e experimentou o milagre da regeneração.

Mas depois quando foi crucificado com Cristo conheceu um milagre maior, o da identificação.

“Já não sou eu que vivo, é Cristo que vive em mim”. Gálatas 2: 20.

Não tinha ambições pessoais…

Por isso não tinha nada para zelar;

Não tinha mais reputação…

Logo não tinha que lutar para se defender;

Não possuía bens…

Portanto nada com o que se preocupar;

Não tinha direitos…

Por isso não se julgava vítima de injustiça;

Estava morto: Quem poderia matá-lo?

Era o menor dos menores: Quem poderia humilhá-lo?

É este o homem que diz: “Sede meus imitadores”.

“O que aprendestes, recebestes e ouvistes de mim e em mim vistes, isso farei… e o Deus de paz será convosco”. Filipenses 4: 9.

 Ap. Luiz Hermínio, pastor presidente da Missões Evangelísticas “Vinde Amados Meus”  (http://www.mevam.org.br/)

Motivos de Oração (em favor dos pastores e líderes de Portugal): 

  • Peça perdão pelos pecados dos pastores e líderes desta nação.
  • Ore para que todos vivam uma vida de arrependimento, quebrantamento e contrição.
  • Ore por humildade, por um coração ensinável e dependência de Deus.
  • Ore pela restauração completa do altar.
  • Ore para que Jesus seja sempre o centro de suas vidas e ministérios.
  • Ore pela cura da alma e perdão.
  • Ore para que o corpo, alma e espírito vivam em renovo diário.
  • Ore por saúde física.
  • Ore para que eles tenham um maior tempo de oração, busca e lágrimas diante do Senhor.
  • Ore por sabedoria, conhecimento, revelação e visão.
  • Ore pela quebra de toda religiosidade.
  • Ore pelo testemunho (que sejam sempre irrepreensíveis).
  • Ore por fidelidade.
  • Ore por liberalidade nas finanças.
  • Ore por provisão, sustento e prosperidade.
  • Ore por unção, intrepidez, fé, avivamento e também unidade entre os líderes.
  • Ore para que todos os líderes sejam “pais” espirituais.
  • Ore para Deus levantar muitos pastores de pastores.
  • Ore pelas famílias dos líderes, para que todos estejam guardados e rendidos diante do Senhor.
Que Deus te abençoe. Daniele Marques.
Anúncios

Ações

Informação

One response

12 08 2011
Misty

Thanks for the insight. It brings light into the dark!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s