VOCÊ TEM UM DESTINO PROFÉTICO!!!

18 02 2011

Você pode ler ou ouvir esta mensagem em Mp3, ou pode fazer as duas coisas.  Meu desejo é que Deus abençoe profundamente sua vida e que você seja tocado por esta Palavra!

Click para ouvir:

A história de Jacó, a forma como ele se relacionava com Deus, como ele cresceu nesse relacionamento e também os processos a que Jacó foi submetido até encontrar-se com Deus e com seu Destino Profético, foi o tema de minhas meditações, nestes dias.

Jacó viveu experiências marcantes ao longo de sua vida! Ele passou muitos anos sendo forjado no seu caráter.

Assim como nós, Jacó aprendia cada dia um pouco mais com Deus. Constantemente, ele era submetido a muitos processos. Deve ter sido muito difícil viver tudo o que ele viveu. Ele passou por muitas situações complicadas e desgastantes, perdas e decepções, mas a Bíblia mostra como dia-após-dia, Jacó ia crescendo em paciência, perseverança, confiança, coragem, perdão, favor e determinação. A Bíblia não mostra Jacó como um caçador (parecido com seu irmão Esaú), nem como um homem guerra. Suas batalhas eram interiores e certamente, essas, estavam sendo vencidas!

Houve momentos que, por ansiedade, esperteza ou até mesmo por simples questão de obediência à sua mãe, ele tentou forçar seu momento e seu destino profético. Mas Deus, ainda durante alguns anos, iria trabalhar na vida dele e ao longo desses anos, Deus lhe ensinou-lhe inúmeras coisas. Jacó aprendeu a confiar, servir e esperar. E Deus acrescentou-lhe muito, enquanto ele servia. Deus deu-lhe filhos e bens. Talvez algumas pessoas achem, que o ápice do ministério é adquirir dinheiro e fama em abundância. Jacó conquistou tudo isso, mas ainda lhe faltava algo que definitivamente, mudaria sua vida e o levaria ao seu Destino Profético. Ele já tinha visto anjos, erigido altares para Deus, mas não conhecia ainda o que Deus tinha reservado para ele.

O homem vive uma vida comum até que saiba o “pra quê” Deus o colocou neste mundo. Depois de sabê-lo, é impossível sermos a mesma pessoa! E Jacó também teve um “até que” em sua vida. Nossa vida precisa ter um “até que”. Se você ainda não teve, você precisa começar nutrir esta expectativa! Você não foi criado apenas para receber coisas. Existe algo mais para você; você só precisa descobrir! Esse “até que” é o que dá destino à sua vida, é o que define o seu propósito!

Jacó foi um homem comum “até que” chegou ao Vau de Jaboque e passou por ele. E se eu pudesse dividir a vida de Jacó em duas partes, eu a dividiria em “antes e depois do Vau de Jaboque!

A experiência de Jacó no Vau de Jaboque foi tão marcante, que deslocou a juntura de sua coxa. Jacó não foi transformado no seu caráter ali, como eu sempre achei, que tivesse sido esse, o momento de sua transformação. Ali ele foi marcado, não transformado! Ninguém é transformado instantâneamente. Eu não sei o que nos leva a pensar, que seria diferente com Jacó! Ele foi sendo transformado ao longo de sua vida e de suas experiências. Jacó foi dando passos em direção a essa transformação… “até que” no Vau de Jaboque, ele encontrou-se definitivamente com seu Destino Profético! O que significa isto? Significa que Deus havia predestinado Jacó para uma função específica em sua geração, e Jacó havia acabado de descobrir isso!

Deus perguntou a Jacó qual era o seu nome, ou seja, quem ele achava que era. E ele disse: “Jacó”. Parece que quase consigo ouvir Deus falando com ele: Não! Teu nome não é esse! Teu destino não é esse! Israel é o teu destino profético: Já não te chamarás mais Jacó, e, sim, Israel” (Gn 32.28a). O nome Jacó significa “enganador, usurpador” e Israel significa: “aquele que prevalece na luta, que persevera como um príncipe”. Ainda pode significar “soldado de Deus”, ou ainda “aquele que governa, que reina com Deus”.  A vitória em suas pequenas batalhas definiu seu nome!

Esta semana li uma frase do Pr. JB de Carvalho (via twitter), que tem tudo a ver com o que aconteceu a Jacó. Ele disse: “Não é o seu nome que dá significado a você, mas é você quem dá significado ao seu nome” (Pr. JB). Pensando desta forma, Deus estava dizendo para Jacó: eu gerei tantas coisas dentro de você e você foi tão transformado ao longo de todos esses anos, que o nome que agora você usa, perdeu a finalidade, pois não tem mais nada a ver com o que você se tornou e com os Meus Planos para você, “teu nome agora é Israel”! Ao olhar para Israel, Deus via nações dentro dele! A vida de Israel agora iria marcar a sua descendência, a sua geração e as posteriores! Reis procederiam dele!

Chega um momento, queridos, em que Deus nos mostra quem somos e não podemos ficar parados diante de tão grande revelação! Quando Deus nos mostra quem somos, Ele espera de nós uma resposta, Ele espera uma reação, espera que correspondamos à relevelação! E toda revelação envolve uma ação! Deus não te diz algo acerca do teu Destino, para você colecionar revelações e colocá-las em um livro. Deus espera que você faça algo a respeito, Ele quer te ver dando passos em direção aos planos Dele para você!

Em algum momento da nossa vida, nós realmente descobrimos quem somos.

Em algum momento da nossa vida, Deus nos mostra um desenho do nosso futuro.

Em algum momento da nossa vida, há uma revelação em nosso espírito, o que é mais do que uma impressão, mas uma convicção Divina do nosso Destino Profético. Não dá para fugir de quem somos! Quando realmente descobrimos o que viemos fazer aqui, um grande alvo se levanta à nossa frente, e não conseguimos mais olhar em outra direção, e começamos a sentir uma incomodação, e é isso que nos impulsiona a perseguir o nosso propósito.

João Batista sabia exactamente quem ele era e o que tinha vindo fazer. Quando perguntaram a ele: “Quem és tu? És tu Elias? És tu o profeta?” Ele disse com toda convicção: “Não sou” e ainda disse “Não sou o Cristo”. E insistiam com ele, dizendo: “Declara-nos quem és” . Então João Bastista respondeu, mostrando que ele tinha a revelação do seu Destino Profético; mostrando que ele conhecia exactamente qual era o seu lugar na história de sua geração. Ele disse: “Eu sou a voz do que clama no deserto: Endireitai o caminho do Senhor, como disse o profeta Isaías” . E João fez exatamente o que Deus havia proposto para ele, nem mais, nem menos (Jo 1.19-23). Isso é demais!

Jesus também tinha tanta convicção de quem Ele era, que ao chegar na sinagoga, leu um trecho de Isaías 61.1,2a, referindo ao seu Destino Profético: O Espírito do Senhor DEUS está sobre mim; porque o SENHOR me ungiu, para pregar boas novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos; a apregoar o ano aceitável do SENHOR” (Lc 4.18,19). Jesus estava a dizer: Eu sei quem Eu Sou. Eu vejo o que outros homens não podem ver, porque a vestidura de Deus está sobre mim. O Espírito de Deus está sobre mim!  Eu sinto o que outros homens não sentem. Eu tenho uma paixão que outros não tem.

Quando o Espírito de Deus está em nós, nós ficamos diferentes dos outros homens. Então sempre vai haver uma distinção entre eu e as outras pessoas. O meu Destino Profético me distingue dos outros. Nós temos uma paixão que outros não tem e essa paixão envolve quem somos e o que fomos chamados para fazer. Quando o Espírito de Deus controla a nossa vida, há um poder que está ao nosso redor. E não sabemos como, mas sabemos que de alguma forma, vamos cumprir o que Deus tem para nós!

Em algum momento de sua vida, Deus vai te dar a foto do teu amanhã. E essa foto talvez seja bem diferente do dia de hoje.

Talvez você esteja preso como José e na prisão, Deus te dá o retrato de você dentro do palácio!

Talvez você se sinta como Jeremias, como uma criança, mas Deus vê o teu futuro como um profeta!

Talvez você nunca tenha saído da sua cidade ou do seu país, mas Deus te vê pregando nas nações!

Todo ataque satânico é para fazer você duvidar do que Deus já te deu; do que está no teu espírito.

Comece a olhar o retrato que o Espírito Santo colocou aí. E não negocie o teu futuro! Ignore as distrações ao teu ministério: os que estão próximos a vc vão tentar te distrair. Ignore as substituições à tua missão: o inferno pagará qualquer preço pela tua chamada, pela tua missão, pelo teu futuro. A chave do teu sucesso está determinada pelo que você decide abandonar.

Você tem um destino profético! Você vê algo que os outros não vêem. Você tem algo que os outros não têm. Deus te deu algo para a tua geração. Deus colocou em você, algo para tocar a tua geração, neste momento e neste tempo.

Quero te encorajar a buscar isto!

Quero te convidar a uma busca incessante em oração. A buscar Deus sem cessar até que Deus te revele o teu Destino Profético.

Você foi desenhado e chamado para algo poderoso nesta geração!

Existe poder de Deus disponível para você fluir no teu Destino Profético.

Deus quer te dar uma chave para desatar isto e esta chave chama-se oração.

Mas não uma oração qualquer, mas uma oração que brota do desespero; uma oração que define a tua preservação nesta terra; uma oração que decide o teu futuro; uma oração que te destrava, que desata a tua vida. A revelação do Destino Profético de Jacó teve a ver com a sua postura na oração. Veja o texto:

a)       “Ficando ele só” (Gn 32.24). Ele precisou ter um tempo a sós com Deus. Jesus nos aconselhou buscar esse lugar secreto ao explicar sobre a oração (Mt 6.6). Lugar secreto é lugar de gerar milagres! É lugar de revelação de Destinos Proféticos!

b)       Jacó lutou com Deus (em oração) e prevaleceu. Embora ele tenha sido tocado de forma física, o que nos leva a pensar que houve uma batalha real, corpo-a-corpo; o profeta Oséias diz no cap. 12.3,4, que esta luta tratou-se de uma intensa batalha de oração. Oséias diz que Jacó lutou com Deus, chorou e lhe pediu mercê. Diz que ele lutou até “achar Deus”! A perseverança, que foi marca registrada em sua vida, agora é exposta em sua vida de oração. Jacó perseverou até encontrar Deus. Devemos perseverar também até encontrá-lO. Quando encontramos Deus, ele nos diz quem somos e o que fomos chamados para fazer!

c)       Jacó lutou até o romper do dia – essa luta (em oração) deve durar até quando? Esta é a sua pergunta neste momento? Até romper o dia sobre a tua vida, até vir a revelação; até vir a clareza! (Jr 33.3). Até suas articulações serem tocadas. Jacó disse a Deus no meio da sua luta (em oração) : “Não te deixarei ir se não me abençoares (Gn 32.26)”. Ou seja, se não liberar sobre mim o poder para prosperar no meu propósito!

Enquanto você não descobrir o teu Destino Profético, você ficará desanimado, se sentirá frustrado; mas quando você se encontrar com o que Deus tem para você, você não desanimará, até que veja cumprido o teu propósito! Sua vida encontrará sentido e direção! E você derramará o que está dentro de você sobre as pessoas! O Espírito do Senhor está sobre você, Deus te ungiu para algo! Você tem um Destino Profético que vai tocar sua geração, que vai tocar uma nação, que vai mudar histórias! Baruch Hashem! Daniele Marques.

Anúncios

Ações

Informação

2 responses

21 02 2011
Marcelo

Mais uma vez, que Deus abençoe a sua vida, Danny, pela explanação da Palavra. Temos muito de Jacó em nossa vida: falhos, cheio de defeitos, porém mesmo assim Deus deseja nos encontrar e mudar nosso destino. Ótima semana. Fique com Deus!

12 08 2011
Rennifer

I’m so glad that the internet allows free info like this!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s